Nesta quarta-feira (10) foi divulgada a primeira fotografia registrada de um buraco negro. Apesar da presença constante desses monstros “devoradores de planetas” em nossos produtos da cultura pop, é a primeira vez que realmente podemos ter uma noção de como é um dos fenômenos mais devastadores do universo. Na foto podemos ver o núcleo escuro rodeado por uma aureola de gás e plasma alaranjado.

A imagem é de um buraco negro que está a cerca de 50 milhões de anos-luz da Terra, na galáxia M87. O tamanho? Aproximadamente 40 bilhões de quilômetros de diâmetro. Mais ou menos 3 milhões de vezes o tamanho de nosso planeta. A captação dessa imagem é quase tão sensacional quanto o corpo fotografado. Foi criada uma rede de telescópios ao redor do mundo e todos os equipamentos foram combinados para criar um telescópio virtual gigante. A imagem foi captada pelo projeto ‘Event Horizon Telescope’ (EHT).

Os buracos negros são objetos de estudos há décadas e seus mistérios são uma fonte de dúvidas e sonhos quase que mágica. Ao longo de nossa história nos foram apresentadas diversos usos fantásticos para um buraco negro, como viagens no tempo, entidades celestiais e até portais para outra dimensão. Os mistérios de um buraco negro parecem tão infinitos quanto seu poder e sua capacidade de gerar teorias, histórias e reflexões.

E essa é a primeira vez que podemos ver a imagem de um.